3 Princípios para começar a meditar

A meditação teve um crescimento de popularidade exponencial nas últimas décadas, e muitos associam-na à cura das suas más noites de sono.

Esta prática existe há milhares de anos, e hoje é comumente utilizada como meio para reduzir o stress e a ansiedade do dia-a-dia. Como resulta? Durante o estado meditativo, a pessoa foca a sua atenção, eliminando os pensamentos desnecessários que tendem a ocupar a nossa mente e a causar stress. Este processo pode resultar num melhor bem-estar físico e emocional.

Alguns benefícios da prática de meditação incluem:

  • Redução do stress
  • Controlo da ansiedade
  • Promoção da saúde emocional
  • Melhoria da capacidade de atenção
  • Pode reduzir a perda de memória associada com a idade
  • Melhoria do sono
  • Entre muitos outros

Como é que sabemos quando precisamos de meditar? Visto que a meditação é vista como uma ajuda preciosa a combater o stress, sempre que se sentir sobrecarregado(a) poderá tirar 5 minutos para meditar. Também poderá começar a tornar a meditação numa prática diária, de forma a ter efeitos a longo-prazo.

Para começar a tornar a meditação numa prática frequente na sua vida, experimente seguir os 3 passos que enumeramos para tornar esta jornada mais simples.

1. Experimente 5 minutos de meditação por dia durante uma semana

Adquirir um novo hábito pode ser difícil, principalmente quando não entendemos muito bem os benefícios do mesmo, e a única motivação que temos é a sua popularidade. Até pode entender os benefícios, mas sem os experienciar por si mesmo(a) pode não ficar convencido(a). Existe uma forma óbvia de experienciar estas vantagens: experimentar este novo hábito, pelo menos uma vez.

Existem milhares de vídeos no YouTube com meditações guiadas de 5 minutos, que pode facilmente incluir no seu dia-a-dia. Pode escolher a altura que lhe for mais favorável – para muitas pessoas a preferência é logo de manhã, mal acordam – ou pode meditar em alturas de maior stress durante o dia, como antes de uma reunião ou no final de um dia cansativo.

Se fizer isto durante uma semana, é quase garantido que vai sentir pelo menos um dos benefícios enumerados em cima.

2. Escolha um lugar e hora

Designe um lugar na sua casa para a sua meditação diária e um horário específico. Para criar um hábito, um truque é aliar esse novo hábito a um hábito recorrente na sua vida. Por exemplo, se tem o hábito de todos os dias de manhã fazer a sua cama, experimente fazer a sua meditação na cama, mesmo antes de a arrumar.

No entanto, é preciso que escolha um sítio onde não será interrompido(a) e, de preferência, silencioso.

3. Sem pressão

Não se coloque sob pressão. A meditação é uma prática e não uma corrida. Se não vir benefícios desta prática no dia-a-dia, ou se não se conseguir concentrar no momento, experimente durante mais algum tempo. Meditação é exercício para a mente, e, tal como as outras formas de exercício, tem que ser praticado para se tornar mais simples.

Resumindo, para começar a meditar eficientemente deverá seguir 3 princípios: seguir meditações guiadas curtas durante uma semana; definir um lugar e um horário para a prática; e não colocar pressão sobre si mesmo(a).

E se nada der certo? Talvez não seja a altura para incluir esta prática na sua vida, ou talvez esteja com a mentalidade incorreta. Experimente daqui a umas semanas ou meses e tire conclusões.

Fica aqui o desafio da ZZZ para começar a incluir a prática da meditação no seu dia-a-dia. Porque para além de uma boa noite de sono, o truque para uma boa manhã pode ser também 5 minutos de meditação.